Guia de exames Resultado Online
Blog

Diferenças entre doença celíaca e intolerância ao glúten.

30/05/2023

O glúten é uma proteína que pode ser encontrada na cevada, centeio, trigo e derivados. O trigo é o composto mais utilizado mundialmente, e certamente está presente em pelo menos uma refeição diária da população mundial. O organismo de alguns indivíduos não consegue fazer o processamento do glúten, então acaba desenvolvendo a doença celíaca ou intolerância ao glúten, e apesar de serem derivadas do mesmo produto existe uma grande diferença entre elas.

A doença celíaca é uma doença caracterizada como autoimune, onde ao ter contato com o glúten o intestino inicia a reação inflamatória, resultando em reação imunológica ao glúten. Dessa forma, ocorre o processo inflamatório no sistema digestório causando diarreia, má absorção de nutrientes e à perda de peso. O tratamento exige suspensão total de alimentos derivados ao glúten.

A intolerância ao glúten é conhecida como sensibilidade ao glúten não-celíaca. Possui características bem parecidas com a doença celíaca, e por conta disso o diagnóstico da sensibilidade é mais complexo e realizado após o descarte de outras possibilidades. A causa pode se dar pela má digestão do glúten e estar relacionada com o alto consumo do mesmo. Os sintomas geralmente são gases, distensão abdominal, dores e diarreia. E como na doença celíaca, o melhor tratamento é a retirada do glúten da dieta.

De acordo com a Biomédica do Laboratório Biolabor Rafaela, para auxiliar no diagnóstico e qualidade de vida do paciente, existem exames para a identificação da doença celíaca e intolerância ao glúten. Os marcadores da doença celíaca são HLA de classe II, sendo identificados pelo exame chamado HLA DQ2 e DQ8. Estes são encontrados em 30% das pessoas, e o resultado negativo para ambos é essencial para excluir a doença.

Já para intolerância ao glúten, destaca Rafaela, os exames indicados são: Anticorpo antitransglutaminase IgA e IgG, Anticorpo antigliadina IgA e IgG, Anticorpo antiendomísio IgA e IgG. Esses anticorpos estão presentes nos pacientes que possuem a intolerância ao glúten, uma vez que a ingestão de glúten leva à produção de anticorpos anti-gliadina e anti-endomísio, e o componente alvo destes anticorpos é a transglutaminase tecidual. Eles também auxiliam no tratamento do paciente que está em dieta restritiva ao glúten.

Realizar os exames de acordo com as queixas de cada paciente é de extrema importância, já que, tanto a doença celíaca quanto a intolerância ao glúten trazem malefícios para o sistema trato gastrointestinal, inflamando o intestino e eventualmente causando outras doenças. O quanto antes for identificado, mais rápido o paciente poderá iniciar o tratamento, ajustando a dieta restritiva ao glúten e obtendo maior qualidade de vida, pontua Rafaela.

O Laboratório Biolabor realiza o encaminhamento de biópsias e exames de sangue moleculares para identificação da doença celíaca, como também exames sorológicos para identificação dos anticorpos presentes na intolerância ao glúten.

Colaboração:
Rafaela Nonnenmacher de Andara
Biomédica (CRBM-5 7626)
Compartilhe:

Leia também

Confira as últimas notícias e dicas do Comin.

Bronquiolite: o que é e como prevenir.

Bronquiolite: o que é e como prevenir.

A bronquiolite é uma inflamação dos bronquíolos pulmonares que atinge principalmente os bebês menores de…

Leia mais
Saiba como identificar se seus rins estão saudáveis.

Saiba como identificar se seus rins estão saudáveis.

Os rins são órgãos vitais para o ser humano, já que são responsáveis por funções…

Leia mais
Você sabe para que serve o exame toxicológico em pelo e cabelo?

Você sabe para que serve o exame toxicológico em pelo e cabelo?

O exame toxicológico é pouco conhecido pela população em geral, isso porque não é um…

Leia mais
Check-up anual e sua importância.

Check-up anual e sua importância.

Iniciar o ano cuidando da sua saúde é a melhor forma de autocuidado e prevenção.…

Leia mais
Importância do exame de Hemoglobina Glicosilada.

Importância do exame de Hemoglobina Glicosilada.

Diabetes Mellitus é uma doença crônica caracterizada pela elevação da glicose no sangue, e pode…

Leia mais
Sífilis: tudo que você precisa saber.

Sífilis: tudo que você precisa saber.

A sífilis é uma Infecção Sexualmente Transmissível, exclusiva do ser humano, causada pela bactéria Treponema…

Leia mais
Trombose é silenciosa, mas a prevenção é vital.

Trombose é silenciosa, mas a prevenção é vital.

Dia 13 de outubro é comemorado o Dia Mundial da Trombose, uma condição séria que…

Leia mais

Acompanhe-nos no Instagram

@laboratoriocomin

whatsapp-icon