Guia de exames Resultado Online
Blog

Maio roxo: conscientização e alerta para as doenças inflamatórias intestinais.

25/04/2024

As doenças inflamatórias intestinais afetam cerca de 10 milhões de pessoas no mundo todo, e começam a se manifestar antes dos 30 anos de idade, geralmente entre 14 e 24 anos. Como uma forma de alerta e conscientização a toda a população, o dia 19 de maio é considerado o Dia Mundial das Doenças Inflamatórias Intestinais (DII).

As DII são um conjunto de sinais e sintomas que se manifestam, predominantemente, no cólon, uma região intestinal capaz de extrair água, sais minerais e vitaminas. Porém, não é algo específico apenas desta região, as DII podem afetar diversas regiões intestinais e em diferentes intensidades. Os sintomas mais comuns são desconforto abdominal, sensação de barriga estufada, dor, cólicas, alternância entre períodos de diarreia e de prisão de ventre, flatulência (gases) exagerada e sensação de esvaziamento incompleto do intestino. Os chamados sintomas específicos variam de acordo com a região intestinal afetada e com a doença inflamatória intestinal causadora. Vale lembrar que os dois principais tipos de DII mais comuns são a Doença de Crohn e a Colite Ulcerativa.

A causa das DII ainda permanecem obscuras, porém há evidências mostrando que as bactérias residentes no intestino começam a desenvolver uma reação imunológica inadequada em pessoas que já possuem uma pré-disposição genética e além disso, outros fatores como a motilidade anormal do intestino durante o jejum e depressão e ansiedade podem estar ligados ao surgimento das DII. Por ainda não possuírem cura, o seu tratamento visa a melhora dos sintomas como, dor, prisão de ventre e diarreia e normalmente, os pacientes precisam fazer mudanças na alimentação e estilo de vida.

Para que o tratamento seja eficaz, é necessário buscar primeiramente o diagnóstico e segundo a Biomédica Camille Mezzari Generoso, exames de sangue, fezes e biópsias do tecido intestinais são efetivos nesses casos. Dentre os exames laboratoriais, Hemograma, Proteína C Reativa, Velocidade de Hemossedimentação, Calprotectina fecal, P-ANCA e ASCA podem ser realizados a fim de auxiliar o médico no diagnóstico das DII.

O laboratório Comin realiza todos os exames descritos acima e, além disso, realiza também o encaminhamento de biópsias do tecido intestinal. Entre em contato para dúvidas ou mais informações.

Colaboração:
Camille Mezzari Generoso
Biomédica (CRBM-5 8596)
Compartilhe:

Leia também

Confira as últimas notícias e dicas do Comin.

Bronquiolite: o que é e como prevenir.

Bronquiolite: o que é e como prevenir.

A bronquiolite é uma inflamação dos bronquíolos pulmonares que atinge principalmente os bebês menores de…

Leia mais
Saiba como identificar se seus rins estão saudáveis.

Saiba como identificar se seus rins estão saudáveis.

Os rins são órgãos vitais para o ser humano, já que são responsáveis por funções…

Leia mais
Você sabe para que serve o exame toxicológico em pelo e cabelo?

Você sabe para que serve o exame toxicológico em pelo e cabelo?

O exame toxicológico é pouco conhecido pela população em geral, isso porque não é um…

Leia mais
Check-up anual e sua importância.

Check-up anual e sua importância.

Iniciar o ano cuidando da sua saúde é a melhor forma de autocuidado e prevenção.…

Leia mais
Importância do exame de Hemoglobina Glicosilada.

Importância do exame de Hemoglobina Glicosilada.

Diabetes Mellitus é uma doença crônica caracterizada pela elevação da glicose no sangue, e pode…

Leia mais
Sífilis: tudo que você precisa saber.

Sífilis: tudo que você precisa saber.

A sífilis é uma Infecção Sexualmente Transmissível, exclusiva do ser humano, causada pela bactéria Treponema…

Leia mais
Trombose é silenciosa, mas a prevenção é vital.

Trombose é silenciosa, mas a prevenção é vital.

Dia 13 de outubro é comemorado o Dia Mundial da Trombose, uma condição séria que…

Leia mais

Acompanhe-nos no Instagram

@laboratoriocomin

whatsapp-icon